8 castelos italianos que você não pode perder


Os maravilhosos castelos italianos são praticamente ilustres desconhecidos quando comparados aos célebres e lendários primos franceses e alemães. Falou em castelo francês, você pensa no luxo de Versailles… em castelo alemão, você lembra dos contos de fadas da sua infância…Falou em Milão, você pensa em Armani… kkk…esquecendo que a cidade da moda tem um dos castelos medievais mais bonitos da Europa.

O único castelo italiano que realmente todo mundo conhece é o Castel Sant’Angelo de Roma, mas o Bel Paese está repleto de lindos castelos, de norte a sul. Eu escolhi oito deles como tema do projeto [8 on 8], uma iniciativa editorial online organizada por um grupo de blogueiros que, no dia 8 de cada mês, publicam um artigo cada um sobre viagem e turismo em geral. O tema de fevereiro é “Arquitetura Antiga“.

Castello Sforzesco de Milão

Como não iniciar a minha lista com o Castello Sforzesco? Além de ser um dos maiores e mais bem conservados castelos italianos, fica em Milão, onde moro.  Construído no século XV por Francesco Sforza, futuro Duque de Milão, foi por muito tempo uma das principais fortalezas europeias. Localizado no centro da cidade, pertinho da catedral, o Duomo.

O Duque Francesco Sforza foi um dos personagens inspiradores do livro O Príncipe de Maquiavel.

Importantes artistas, como Leonardo da Vinci e Bramante, foram encarregadas da decoração do castelo, mas somente a Sala delle Asse de Leonardo chegou intacta aos dias de hoje.

Hoje é sede de vários museus municipais, como a Pinacoteca, o Museu Egípcio e o Museu da Arte Antiga. O acesso aos pátios e aos jardins é gratuito.

Super aconselhável para crianças.

Leia mais no blog | Milão com crianças: uma visita ao Castelo Sforzesco

Site oficial | Castello Sforzesco

Como chegar | Metrô – parada Cairoli – linha vermelha

castelos-italianos

Castello Sforzesco: parece que parou no tempo


Castello Visconteo de Pavia

Outro castelo medieval, construído pela família Visconti, parentes dos Sforza. Fica localizado na cidade de Pavia, antiga cidade universitária a 50 km de Milão. A visita ao castelo é uma ótima desculpa para uma bate-e-volta super proveitoso.

O castelo-fortaleza foi erguido em 1360 e permanece praticamente intacto. Na época, além de servir para a defesa da cidade, o castelo era uma requintada residência real.

Fica bem perto do centro da cidade e abriga os museus municipais.

Site oficial | Musei Civici di Pavia

Como chegar | de trem, saindo de Milão (parada Pavia).

Castello di Pavia

O castelo medieval de Pavia


Castel dell’Ovo de Nápoles

É o castelo mais antigo de Nápoles e um dos símbolos da cidade. Apesar de construído no século I a.C., o castelo foi reformado inúmeras vezes durante as dominações estrangeiras – o que explica a sua fachada complicada, meio bizarra, quase assustadora.

O estranho nome dado ao castelo remete a um ovo – isso mesmo – colocado nos porões pelo poeta Virgílio. Reza a lenda que o ovo, mantido sob sete chaves em um esconderijo misterioso, teria o poder de proteger o castelo e a cidade contra catástrofes e tragédias.

Verdade ou não, ninguém sabe… Mas com certeza o terraço do castelo é um dos melhores lugares para curtir a vista panorâmica de Nápoles.

Entrada gratuita.

Leia mais no blog | Roteiro em Nápoles  | As melhores cafeterias de Nápoles

Site oficial | Prefeitura de Nápoles

Como chegar | Metrô Linha 1 – parada Municipio

castelos-italianos

O imponente Castel dell’Ovo entre as ondas


Castel Nuovo de Nápoles

Castel Nuovo ou Maschio Angioino foi chamado “Novo” porque construído depois do Castel dell’Ovo. Mas estamos falando do longínquo ano de 1279!

O castelo foi erguido em um posição estratégica para a defesa da cidade, perto do Castel dell’Ovo. É simplesmente majestoso e achei que não podia faltar na minha lista de castelos italianos. Na época, com seus torrões, o fosso e a imensa ponte levadiça, deveria assustar qualquer um que passasse nas redondezas.

Apesar das inúmeras muitas reformas e danos sofridos durante as invasões da cidade, o castelo ainda mantém muitas características originais, inclusive os valiosos afrescos e as pinturas de Giotto, por exemplo.

Hoje abriga um museu municipal com importantes coleções artísticas.

Entrada: 6 euros

Site oficial | Prefeitura de Nápoles

Como chegar | ônibus linha R2 ou Metrô Linha 1 – parada Municipio

castelos italianos

Castel Nuovo de Nápoles e os seus torreões


Castello Estense de Ferrara

É um dos castelos italianos mais bonitos… e menos conhecidos. Foi erguido em 1385 pelo Marquês Nicolò II d’Este e projetado pelo arquiteto Bartolino da Novara, o mesmo do Castelo de Pavia.

Quando anos visitei Ferrara, sabia da existência do castelo, mas nunca imaginei encontrá-lo repentinamente, majestoso, no centro da cidade.

É uma construção incrível, com torreões imponentes colocados nos quatro cantos da imensa muralha, ainda rodeada pelo antigo fosso cheio d’água. A fachada revela o que significava domínio e poder na Idade Média. Mas o que o visitante encontra dentro das muralhas é ainda mais surpreendente porque o castelo abriga preciosos tesouros artísticos italianos, um jardim suspenso, cozinhas originais do século XVI, antigas prisões, salões requintados e maravilhosamente decorados….

O castelo fica a 110 km de Veneza e a 50 km de Bolonha e combina perfeitamente com um roteiro redondinho de carro ou trem Veneza-Pádua-Bolonha-Florença. É uma parada estratégica para quem está viajando com crianças. Os pequenos vão adorar o castelo e sua história lendária!

Site oficial | Castello Estense

Como chegar | Rodovia A13 Bolonha-Pádua, saída Ferrara Nord ou Ferrara Sud

Castello Estense

Castello Estense di Ferrara


Castello Ursino de Catânia

Castello Ursino construído no século XIII por Frederico II. O castelo foi usado como sede do Parlamento e residência dos monarcas da família Aragão. O castelo abriga um museu que conta a história de Catânia onde, aliás, ficam importantes monumentos tombados pela Unesco como Patrimônio da Humanidade.

O castelo foi construído perto do mar para proteger a cidade contra os invasores. Mas se você visitar Catânia vai descobrir que o mar fica bem longe dali…

O motivo? Durante a erupção do vulcão Etna de 1669, a lava chegou até Catânia, cobrindo completamente o trecho de mar que ficava ao lado do castelo. A tragédia reforçou os alicerces da construção mas a deixou inutilizável para a defesa da cidade.

O castelo passou de dinastia em dinastia e transformado em residência real, prisão e quartel. Apesar das inúmeras reformas, ainda mantém os traços da fortaleza original.

Leia mais | Roteiro entre os monumentos Unesco de Catânia e Como visitar o vulcão Etna.

Como chegar | a pé, a 600 metros do centro de Catânia

Entrada: 6 euros

castelos-italianos

A muralha do Castello di Ursino (notem a base de lava)


Castello di Montalcino

Montalcino é uma parada imperdível em qualquer roteiro no interior da Toscana e o xodó de qualquer viajante gourmet e apreciador de vinhos. Mas, além dos comes e bebes, Montalcino tem um belíssimo castelo medieval, construído em 1361 e ainda muito bem conservado.

Um castelo altamente simbólico para a história da Toscana porque foi o último baluarte da resistência de Siena contra Florença. A visita é parcialmente gratuita porque precisar pagar para subir nas muralhas e apreciar a maravilhosa vista do Val d’Orcia.

No mês de julho, o pátio do castelo hospeda o Jazz&Wine Festival.

Leia mais no blog | Roteiro de carro no Val d’Orcia

Como chegar | de carro pela Via Cássia, a 50 km de Siena.

castelos-italianos

O castelo da famosa Montalcino


Palazzo Ducale de Parma

Parma é uma das minhas cidades italianas preferidas… e não só porque é um dos melhores centros gastronômicos do país. Na realidade, Parma é um pequeno tesouro artístico, perfeita para um pit-stop entre Milão e Bolonha.

O Palazzo Ducale é um dos principais monumentos da cidade. Erguido a partir de 1561 por vontade do Duque de Parma, membro da família Farnese, foi sede do Ducado até meados do século XVI. O estilo é bem diferente dos outros castelos que listei acima porque é mais recente e segue o modelo dos castelos florentinos e romanos. Rodeado por um parque maravilhoso, fica perto do centro histórico da cidade.

Apesar dos danos causados durante os bombardeamentos da 2a. Guerra Mundial é muito bem conservado. Hoje é sede do quartel dos Carabinieri.

Abertura ao público restrita a poucos dias durante o ano. Consultar o site antes de visitar.

Leia mais aqui no blog | Parma: arte e gastronomia

Site oficial | Prefeitura de Parma

Como chegar | de trem, linha Milão-Bolonha.

Palazzo Ducale di Parma

Palazzo Ducale de Parma


Continue lendo sobre Arquitetura Antiga nos outros artigos do projeto [8 on 8]  

Let’s Fly Away | [8 on 8] Roteiro de viagem para Itália – cidades imperdíveis

Espiando pelo Mundo | 8 on 8 | Velhas e fantásticas construções pelo mundo

Turistando.in | As igrejas barrocas de Ouro Preto

O Berço do Mundo | Maravilhas antigas de Portugal

Estrangeira | Arquitetura antiga na Espanha: um roteiro histórico

Quarto de viagem | A incrível arquitetura de Luxemburgo

Guarde no Pinterest para ler depois

Castelos italianos

10 respostas
  1. Analuiza Carvalho
    Analuiza Carvalho says:

    Que sonho esta seleção de castelos italianos! Faria um roteiro pela Itália só visitando estas arquiteturas antigas, símbolos de uma época. Uma maneira incrível de ver o passado destas cidades. Eu já estive no país em duas ocasiões, mas não acho possível cansar da Itália. Há sempre muitas descobertas a serem feitas.

    Desta seleção, por exemplo, só conheço o Castello Sforzesco e por fora. Quando visitei a cidade, todos me aconselharam a ficar apenas uma noite na cidade que nada tinha a oferecer. Insisti em três! Mesmo assim, considero que foram poucos, pois a cidade é sim, muito interessante.

    As outras cidades que você menciona e seus incríveis castelos, não conheço. Ainda!!! Certeza que preciso voltar à Itália para ver mais e mais deste belo país! bjus

    Responder
    • Adelaide
      Adelaide says:

      Olá,
      Milão ainda é meio esnobada pelos turistas brasileiros. Apesar de não ter grandes monumentos como Roma e florença, tem muito o que ver (e o que fazer).
      Milão mostra uma Itália bem diferente do clichê.
      Entre todas as cidades que citei, eu aconselho Ferrara e Nápoles. Valem demais a visita.
      Até a próxima!

      Responder
  2. Juliana Moreti
    Juliana Moreti says:

    Como a Italia é encantadora…. cada cantinho, uma surpresa! Os da familia Este tenho vontade de conhecer!
    Do norte conheci apenas o Sforzesco e o Scaligero (alèm, claro, do Palazzo Reale di Torino), mas visitei alguns do sul, na Basilicata…..

    Responder
  3. Gabriela Torrezani
    Gabriela Torrezani says:

    Realmente os castelos italianos não são tão famosos, mas pelo seu post parecem maravilhosos! Infelizmente eu só conheço pessoalmente o Castelo Sforzesco em Milão, mas já quero voltar à Itália e explorar mais :)

    Responder
  4. Lulu Freitas
    Lulu Freitas says:

    Que seleção linda de castelos!!!! O Castelo Sforzesco em Milão é maravilhoso, infelizmente não tive tempo de entrar no interior dele. Na minha ida a Napoli os dois castelos listados foi o que mais me marcou na cidade. A Itália é apaixonante.

    Responder
  5. Ruthia Portelinha
    Ruthia Portelinha says:

    Por acaso quando penso em Milão, não me lembro do Armani ou outra marca caríssima, penso no quadrilátero do silêncio, no teatro alla scala e na Última Ceia. Foram as duas coisas que mais gostei na cidade. Mas não visitamos o interior do Sforzesco, infelizmente.
    Gostei muito da sua selecção, em particular do Castelo de Ferrara. E que história essa do ovo, né? Muito interessante

    Responder
    • Adelaide
      Adelaide says:

      Olá Ruthia,
      que legal que você conheceu o quadrilátero do silêncio!! Sabia que poucos turistas tem a oportunidade (e o tempo) e ir até lá? E’ um dos lugares que mais gosto da cidade.
      Os castelos de Nápoles são maravilhosos e, como tudo na cidade, são meio misteriosos e lendários.
      Ferrara é linda e, apesar de ficar fora do roteiro clássico na Itália, vale super a pena.
      Quando passar por Milão não deixe de entrar em contato!
      Até a próxima!

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.