ciclovia-milao

Aluguel de bicicletas em Milão


Com a “desculpa” da Expo 2015, quem ganhou foi BikeMi, a rede de aluguel de bicicletas em Milão. Tomou um banho de loja, foi ampliada e está ótima. Porque não aproveitar? É uma ocasião e tanto para curtir as atrações da cidade desfrutando de uma prospectiva diferente e descontraída.

A dica não vale somente para quem já gosta de pedalar mas – principalmente – para os principiantes, para quem não usa a magrela com frequência e para quem viaja sozinho. A magrela é democrática: não impõe limite de idade, peso, sexo, nacionalidade…

Confira aqui as instruções para alugar sem problemas.

10 bons motivos para pedalar em Milão

Nos últimos anos a Prefeitura de Milão abriu novas ciclovias e pontos de aluguel em vários bairros convidando os milaneses a desceram do carro e usarem bicicleta. Certamente o preço alto da gasolina, dos estacionamentos e do transporte urbano ajudou, mas na verdade depois que você começa a pedalar (como eu!), dificilmente volta atrás.

Pedalar é sustentável e faz bem a saúde. Em Milão, aproveite também de outras vantagens:

  1. meio de transporte rápido e prático: não use carro em Milão – tem trânsito, passe (caro) para entrar no centro e preços salgados para estacionar.
  2. rede segura e razoavelmente ampla de ciclovias: a maior parte das ciclovias é exclusiva para ciclistas mas algumas ruas do centro de Milão são pedestres e a bicicleta é permitida e bem-vinda.
  3. ótimo preço oferecido pela rede municipal de aluguel (BikeMi): veja mais embaixo a tabela dos preços.
  4. 240 estações distribuídas nos principais bairros da cidade, não somente no centro: nas ruas principais foram instalados dois ou mais pontos de aluguel, inclusive perto das principais atrações, das paradas de metrô e das universidades.
  5. aluguel de bicicletas tradicionais e elétricas: em algumas estações tem a opção elétrica…para quem quer pedalar o dia inteiro…
  6. alternativa contra engarrafamentos e busca infinita de estacionamento: para entrar de carro no centro precisa pagar um passe e hoje em dia 90% dos estacionamentos são pagos e caros.
  7. alternativa ao metrô que “esconde” a cidade: o uso do metrô em viagens urbanas é uma questão quase filosófica!!! Pessoalmente eu gosto de bater pernas – ou de pedalar – quando a cidade é grande. Evito metrô. Claro que se você for passar uma manhã em Milão não vale a pena alugar uma bicicleta. Pegue o metrô. Mas se passar for um dia inteiro eu já aconselharia uma magrela. Quando você usa o metrô não “vê” a cidade, mas somente os pontos turísticos. Em outras palavras, pedalando você “vê” muito mais e para onde quiser.
  8. dispositivos automáticos de travamento e liberação das bicicletas: são fáceis de usar e não precisa ser Tarzan para travar e destravar uma bicicleta.
  9. aluguel e liberação da bicicleta via aplicativos: fáceis de usar!
  10. Milão é uma cidade completamente plana …não tem nem lombada…kkk!
ciclovia-milao-2

Ciclovia em Milão


Como funciona o aluguel de bicicletas em Milão

Para o turista a melhor solução de aluguel é o passe diário, a não ser que a estadia seja longa. Existem três opções para iniciar: acessar diretamente o site BikeMi (em inglês, espanhol e italiano), telefonar para a central de atendimentos ou ir pessoalmente aos pontos de atendimento nas principais estações de metrô. A última opção é a melhor se você não dispor de conexão internet gratuita. Não subestime o preço do roaming na Europa.

Somente algumas estações de aluguel tem conexão open wifi fornecida pela Prefeitura. Veja mais abaixo como identifica-las.

instruçao-aluguel-bike

 

Se estiver usando o site do BikeMi (via desktop ou smartphone), siga as instruções abaixo para comprar o passe:

  1. Selecione a língua
  2. Selecione o tipo de passe –> “occasional
  3. Clique “Send
  4. Selecione o tipo de passe: diário (“giornaliero“) ou semanal (“settimanale“)
  5. Clique em “Add a subscription
  6. Coloque uma password com quatro números e informe os seus dados
  7. Marque as opções della Privacy Policy (na Itália é obrigatório)
  8. Clique “Send
  9. Preencha o formulário do seu cartão de crédito (Visa, MasterCard ou American Express)
  10. Pague 2,50 euros pelo passe diário.
ficha-dados-aluguel-bike

Preencha o cadastro on line

 

pagamento-aluguel-bike

Escreva os dados do seu cartão…e pronto!

 

Depois do pagamento você vai receber um código para completar o processo na estação de aluguel usando a coluna interativa. A ativação do passe é imediata. Veja no mapa do site a localização das estações de aluguel e dirija-se a qualquer uma delas para retirar a bicicleta.

Na coluna interativa ao lado das bicicletas, digite no touch screen a password que você escolheu anteriormente e o código recebido.

No display será mostrado o número da bicicleta a ser usada. Você tem 30 minutos para retirar a bicicleta. Se por acaso a bicicleta não for retirada nos primeiros minutos, não tem problema. O sistema de travamento bloqueia a bicicleta e você pode retirar outra.

Importante: a bicicleta pode ser devolvida em qualquer estação.

estaçao-aluguel-bike-milao

Coluna interativa para aluguel de bicicletas em Milão

 

dispositivo-aluguel-bike

Estação de aluguel de bicicletas em Milão


Se você retirou a bicicleta e percebeu que está quebrada, reengate-a no gancho em até 3 minutos. Imediatamente será liberada outra bicicleta. Se passarem mais de 3 minutos, você terá que esperar 5 minutos até que seja liberada outra bicicleta.

O serviço de aluguel funciona todos os dias das 7:00 às 24:00.

Atenção: o aluguel de bicicletas é proibido para menores de 16 anos.

Quanto custa

Além do passe diário de 2,50 euros, precisa pagar uma tarifa de uso que custa 0,50 centavos cada meia hora, como indicado na figura abaixo.

Considerando que os primeiros 30 minutos do aluguel são sempre gratuitos, a melhor opção é planejar trajetos curtos e depositar a bicicleta antes que os 30 minutos acabem. Faça seu passeio e retire outra bicicleta na mesma estação ou em qualquer outra estação nas redondezas (as estações são realmente vizinhas). O tempo mínimo entre um aluguel e outro é cinco minutos.

Se você planejou bem, vai usar a magrela o dia inteiro pagando somente 2,50 euros. Compare: o passagem urbana diária custa 4,50 euros.

Se preferir ficar sempre com a bicicleta, o tempo máximo de aluguel é 2 horas.

No caso de aluguel por 2 horas, o preço total é: 2,50 euros (passe) + 1,50 (0,50 centavos cada 30 min) = 4,00 euros (os primeiros 30 minutos são gratuitos).

 

tarifa-aluguel-bike

Tabela de preços de aluguel de bicicletas em Milão


Onde baixar os mapas das estações e das ciclovias

O sistema BikeMi dispõe de um aplicativo para smartphone que indica as estações mais próximas de você e o número de bicicletas disponíveis. Clique aqui para consultar a página de download.

O produto é bom mas eu notei que no site da BikeMi as informações são mais completas e atualizadas. O site disponibiliza quatro tipos de dados:

  • estações com mais de 5 bicicletas
  • estações com menos de 5 bicicletas
  • estações sem bicicletas
  • estações desativadas

Estas consultas necessitam de conexão internet. Antes de alugar é melhor procurar pontos de wifi grátis nas redondezas usando o aplicativo Wi-Fi Finder ou consultando o site da Prefeitura para achar áreas de open wifi.

mapa-open-wifi-milao

Exemplo do mapa da rede wifi open de Milão


Para pedalar com tranquilidade seria ideal também baixar no celular um aplicativo offline e gratuito com mapas e informações sobre a cidade, como por exemplo TripAdvisor Offline e Navmii.

Leia no meu post como funcionam todos estes aplicativos.

Os site milanobicimap.it e cittametropolitana.mi.it disponibilizam mapas interativos das ciclovias de Milão. Se você estiver sem conexão internet, a melhor opção é baixar o mapa fornecido no site da Prefeitura de Milão e imprimi-lo antes de viajar.

Publicarei mais posts sobre o assunto com dicas de roteiro. Aguardem.

mapa-ciclovias-milao

Exemplo de mapa com ciclovias de Milão


Como usar as ciclovias

A rede de ciclovias exclusivas no centro histórico de Milão ainda não está completa. Mas muitas ruas são para pedestres e podem ser usadas como ciclovias.

Quando não houver nenhuma das duas, você deve pedalar do lado direito da rua, no mesmo sentido dos carros. Em geral, os motoristas milaneses respeitam os ciclistas.

Preste atenção aos sinais de trânsito para evitar bate-boca.

Outras regrinhas básicas para o aluguel de bicicletas em Milão:

  • as ciclovias podem ter mão única ou dupla; o sentido é indicado no chão;
  • pedale na contramão (oops!) somente se a ciclovia estiver cooompletamente deserta;
  • as bicicletas alugadas pela rede municipal podem ser estacionadas somente nos pontos oficiais. Não estacione nas ciclovias ou nas calçadas;
  • em zonas pedestres muito movimentadas, melhor descer da bicicleta para evitar acidentes;
  • respeite os semáforos para bicicletas para evitar acidentes (os carros não param se o sinal estiver verde para eles!);
  • pedale com cuidado em áreas de turistas pois costumam atravessar as ciclovias sem olhar para os lados!

 

estaçao-aluguel-milao

Estação de aluguel em zona pedestre no centro da cidade


Bom, agora você está pronto/a para pedalar!!

No caso de dúvidas use o espaço dos comentários para pedir esclarecimentos.


 

2 respostas
  1. Mineiro em Milão
    Mineiro em Milão says:

    Muito obrigado pelas dicas!!! Estarei em Milão em Novembro e sou apaixonado por Bikes. Seguirei as suas sugestões!!!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *