As atrações de Sagres, uma tarde no fim de mundo


Conheça as atrações de Sagres, a famosa cidade do extremo sudoeste de Portugal, imprensada entre o Algarve e o fim do mundo.

Aqui no blog já escrevi que o Algarve não é só praia e Sagres é mais uma prova disso. Apesar da cidadezinha ficar no litoral, o foco da visita não é a praia, apesar de linda, mas a paisagem matadora e o pôr-do-sol mais cenográfico de Portugal. Ver para crer.

Sobre Sagres

Sagres é um daqueles destinos que ficaram famosos por uma atração que provavelmente nunca existiu, ou seja, a lendária escola náutica criada por Dom Henrique, o Infante de Sagres, no século XV.

Mas mesmo sem a Escola de Sagres, a cidade teve grande importância histórica porque foi um dos pontos estratégicos para a expansão portuguesa durante a era das descobertas, impulsionadas exatamente por Dom Henrique.

Sagres fica a 50 km de Portimão e a 85 km de Albufeira. A melhor maneira de chegar até lá é de carro.

Não visite Sagres em um dia chuvoso ou nublado porque perde a graça

As atrações de Sagres

Sagres é bem pequena e pode ser visitada em poucas horas, melhor no fim de uma tarde de verão. Pode ser uma ótima opção para fechar um dia de praia, por exemplo, na Costa Vicentina, um dos trechos mais bonitos da costa portuguesa, ou nas vizinhas Praia do Tonel e da Mareta.

praia do Tonel

A praia do Tonel


O centrinho é pitoresco e bem conservado, com aquelas casinhas brancas típicas portuguesas. Nas ruas principais há vários  botecos charmosos onde jogar papo fora e experimentar o pescado local.

Fora do centro fica a Fortaleza de Sagres, construída no século XV por Dom Henrique, que ali morreu (mas foi enterrado no Mosteiro da Batalha). O forte é quase um monumento ao heroísmo dos grandes navegadores e aventureiros portugueses que cruzavam o oceano à procura de terras longínquas.

Fortaleza de Sagres

A Fortaleza de Sagres


O complexo abriga a Igreja de Nossa Senhora das Graças e uma enigmática Rosa dos Ventos (reza a lenda que fazia parte da Escola de Sagres).

Nem preciso dizer que a vista do promontório é maravilhosa e vale a pena um passeio pelas trilhas que ficam nos arredores para apreciar a força das ondas e do vento.

Bem perto ficam o farol do Cabo de São Vicente, construído em meados de 1800, e o mirante onde curtir o pôr-do-sol (leve agasalho porque o vento é forte).

Para mais informações sobre o turismo no munícipio, consulte o site oficial do Concelho da Vila do Bispo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.