Como visitar a Riserva Naturale dello Zingaro na Sicília


A Sicília é sinônimo de cidades maravilhosas, todo mundo sabe…mas será que você sabia que pode completar seu roteiro siciliano com praias e paisagens de tirar o fôlego? Se a resposta é não, prepare-se para rever o seu itinerário e descobrir como visitar a Riserva Naturale dello Zingaro, uma das reservas naturais mais bonitas da Itália! 

Sim, sei que é difícil encaixar praias e trilhas quando o roteiro está apertado mas não esqueça que a Sicília é uma ilha e o Mar Mediterrâneo sempre ocupou uma posição de destaque na história siciliana. Do mar vinha o alimento, a riqueza, o inimigo, a vida e a morte. O siciliano que vive no litoral, em cidades como Palermo, Trapani ou Catânia, é muito ligado ao mar e muito orgulhoso das belezas naturais da ilha.

Se a sua visita vai cair nos meses mais amenos do ano, considere a possibilidade de esticar o seu roteiro para conhecer um trecho da costa siciliana ou até uma das maravilhosas ilhotas que ficam próximas às cidade de Milazzo e Trapani. Seus olhos vão agradecer…

Riserva Naturale dello Zingaro

A paisagem matadora da Reserva Natural dello Zingaro (foto sem filtros)


Sobre a Riserva Naturale dello Zingaro

A Reserva Natural dello Zingaro fica exatamente entre as cidades de Castellammare del Golfo e San Vito lo Capo, no norte da Sicília, a 80 km de Palermo.

A reserva ocupa um trecho de 7 km de costa e tem duas entradas, uma no lado norte, a 13 km de San Vito Lo Capo, e uma no lado sul, a 12 km de Castellammare.

A natureza foi muito generosa porque presenteou o litoral com cardumes de atum, um dos melhores do mundo, que há séculos alimentam as populações locais, e com paisagens arrebatadoras.

Dentro da reserva não existem vilarejos nem hotéis. O meio ambiente ainda está praticamente intacto. Há pequenas calhetas com águas turquesas e cristalinas, cercadas por penhascos e colinas verdejantes, repletas de oliveiras, amendoeiras, palmas e outras plantas típicas do Mediterrâneo.

Enfim, um mergulho de cabeça na natureza selvagem da Sicília que vai enriquecer seu roteiro cultural e histórico.

Como visitar a Riserva Naturale dello Zingaro

Visitar a Riserva dello Zingaro é relativamente fácil se o seu roteiro inclui a costa norte da Sicília. No entanto, precisa tomar algumas precauções para evitar aborrecimentos.

Como chegar de carro ou scooter

Carro ou scooter são as melhores opção para ir até a Reserva porque não há transporte público saindo de Palermo ou Trapani que leve diretamente até lá. Ou seja, precisa fazer baldeação em Castellamare del Golfo ou em San Vito Lo Capo.

O itinerário de carro é o seguinte:

  • saindo de Palermo: rodovia “Autostrada A29” (Palermo-Mazara del Vallo), direção Scopello e Castellammare del Golfo:
  • saindo de Trapani: rodovia “Strada Statale 187” , direção San Vito Lo Capo.

Aviso aos navegantes | O carro (ou scooter) não entra na reserva! Os estacionamentos ficam do lado de fora.

Os estacionamento públicos são gratuitos, mas nos arredores há estacionamento particulares (5 euros o dia inteiro) que podem ser usados quando os públicos estão lotados, principalmente na alta temporada.

Passeio de barco

Quem não quiser ir de carro, pode visitar a Reserva de barco, contratando um dos muitos passeios que saem de San Vito Lo Capo.

Há vários tipos de embarcação (barco a motor, lanchas, catamarãs, etc.), de horário e de preço. Os passeios duram geralmente entre 3 e 4 horas e ficam sujeitos às condições meteorológicas. Os barcos param a 200 metros da praia.  É possível mergulhar e tomar banho nas imediações.

Não fiz a excursão de barco porque preferi o passeio a pé para poder parar e relaxar nas prainhas.

As trilhas da Reserva dello Zingaro

A Reserva tem três trilhas localizadas em diferentes altitudes. A trilha costeira é a mais fácil, mais curta e acessível. Foi a que eu fiz. Confira as características:

  • itinerário | entrada Sul – Galleria – Punta Capreria – Cala del Varo – Cala Disa – Cala Beretta – Cala Marinella – Calla dell’Uzzo – Tonnarella dell’Uzzo – entrada Norte;
  • distância | 7 km (só ida);
  • duração | aprox. 2 horas (só ida, sem contar as paradas na praias).
  • água potável e banheiros | somente nos museus; leve a sua água (no mínimo um litro por pessoa);
  • alimentação | não disponível (precisa comprar o lanche antes de entrar na reserva);
  • vestuário | depende da época do ano e das condições do tempo. No verão, usar roupas leves porque faz muito calor.  Levar mochila, boné, biquíni e protetor solar. Na meia estação, levar um agasalho para enfrentar mudanças repentinas do tempo;
  • calçados | usar sempre calçados apropriados (tênis ou sandálias para trekking). Não use havaianas porque o terreno é irregular;
  • dificuldade | depende do trecho. Leia abaixo.

As outras duas trilhas ficam longe das praias, são mais difíceis e longas e pedem um bom preparo físico (não é o meu caso kkk). Consulte o site oficial da Reserva para mais informações (link no fim do post).

como visitar a Riserva Naturale dello Zingaro

Um trecho da trilha costeira


Como organizar o passeio a pé

Se você gosta de caminhar mas é um principiante (nível zero, como eu), as opções são as seguintes:

  • divida o passeio | divida o itinerário em dois trechos, norte e sul, a serem feitos em dois dias diferentes. No primeiro dia, entre pelo lado norte, e percorra o itinerário até a metade, mais ou menos até a Cala dell’Uzzo, deixando fora a Cala Marinella porque a praia é praticamente inacessível. No segundo dia, entre pelo lado sul e faça a mesma coisa, ou seja, volte antes de chegar na Cala Marinella. Eu fiz essa escolha e foi uma ótima ideia porque o passeio ficou menos cansativo.
  • pare na praias | a parada nas praias torna o passeio mais agradável e menos cansativo. No verão, é indispensável por causa do calor.
  • chegue cedo | cedo quer dizer no máximo às 9 horas, principalmente no verão e nos fins de semana, para evitar praias e estacionamentos lotados.
  • cuidado com o calor | no verão, leve muita água e frutas para enfrentar o calor. Dentro da reserva há pouquíssimas áreas na sombra e não existem bares e restaurantes.
  • evite agosto | não só por causa do calor mas principalmente porque é altíssima temporada e as praias lotam (encontrei praias lotadas já no início de julho);
  • siga a trilha oficial | não saia do itinerário indicado nas placas para evitar acidentes, principalmente com crianças.

Importante | o trecho norte (entrada pelo lado de San Vito Lo Capo – Tonnarella dell’Uzzo – Calla dell’Uzzo) é bem mais fácil e plano do que o trecho sul (entrada pelo lado de Scopello – Castellammare), bem mais íngreme e acidentado. O trecho norte pode ser percorrido por crianças e adultos sem preparo físico. As descidas até as praias (com exceção da Cala Marinella) são suaves e pouco cansativas. Não aconselharia o trecho sul para crianças menores de 6 anos e idosos.

As melhores praias da Reserva dello Zingaro

Todas as praias da Reserva são muito bonitas. A água é sempre cristalina e pouco profunda (ótimo para crianças). Mas como prefiro praia mais acessível e pouca rochosa, eu gostei mais das seguintes:

  • Tonnarella dell’Uzzo: trecho norte, a 700 m da entrada;
  • Cala dell’Uzzo (a mais bonita): trecho norte, depois da Tonnarella dell’Uzzo, a 1,9 km da entrada (30 minutos de caminhada);
  • Cala Disa: trecho sul, a 3,5 km da entrada. A trilha não é fácil, com trechos acidentados (não indico para crianças pequenas).

Todas as praias são relativamente pequenas. Portanto chegue cedo para escolher o melhor lugar :)

Tonnarella dell'Uzzo

A praia Tonnarella dell’Uzzo (a primeira do trecho norte)


Cala dell'Uzzo

a praia da Cala dell’Uzzo


Cala Disa

A praia da Cala Disa, no trecho norte e mais rochosa


Informações úteis

Site oficial | Riserva Naturale dello Zingaro

Horário | todos os dias das 7 às 19.30 h.

Preço | adultos (5 euros), crianças até 14 anos (3 euros).

Se tiver dúvidas sobre como visitar a Riserva Naturale dello Zingaro, deixe seu comentário no espaço abaixo.

Guarde no Pinterest para ler depois

Riserva dello Zingaro



2 respostas
  1. Silvana says:

    Olá Adelaide, muito bom o post.
    Eu e meu marido estamos chegando na Sicília no fim de setembro para visitar várias cidade e gostaríamos de visitar San Vito Lo Capo e a Reserva.
    Como é o clima nessa época do ano? Já faz frio? Você acha que vale a pena visitar essas praias no fim do verão?

  2. Adelaide says:

    Olá Silvana,
    na Sicília, no fim de setembro, o tempo é ameno, ótima para percorrer as trilhas da Reserva. Claro, pode chover. Mas frio é difícil. A melhor opção é se vestir em camadas.
    A região é muito bonita e vale a pena. Confira as dicas do post.
    Bom passeio!

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.