Compras em Milão: as melhores ruas


Compras em Milão? Quem nunca…? Uma paradinha estratégica na capital da moda, melhor ainda se durante as remarcações de janeiro e julho, é o sonho de muitos leitores. Mas o que nem todo sabe é que em Milão, apesar da fama de cara, tem de tudo, para todos os gostos e bolsos.

Sim, quando o assunto é compras, Milão é uma cidade muito democrática porque oferece a oportunidade de comprar bem, seja lá o que for e seja lá qual for o seu orçamento. Claro, precisa saber escolher e, principalmente, precisa saber aonde ir porque cada rua tem a sua característica (até em termos de zeros depois da vírgula kkk).

Antes de entrar no assunto, é bom lembrar que Milão é muito famosa também por suas feiras livres, um paraíso para garimpeir@s em busca de peças para o dia a dia e até para uma ocasião especial.

Leia mais aqui no blog para evitar pegadinhas | As melhores feiras de rua de Milão

Como toda cidade grande, em Milão há dezenas de ruas onde comprar roupas e acessórios em geral. No entanto, nem sempre a lojinha que fica perto do hotel é a melhor opção para comprar bem e barato.

Por causa do movimento fraco e da falta de concorrência, as lojas de bairro costumam ser mais caras do que as lojas que ficam nos bairros comerciais.

Outra questão que merece umas palavrinhas é o preço. Por incrível que pareça, os preços que você encontra em Milão, ou na Itália em geral, são mais baixos do que os dos shopping centers brasileiros, principalmente nas cidades do Sul-Sudeste. Pasmem!

Então, vamos lá, com as dicas.

As melhores ruas para compras em Milão

Quadrilátero da Moda

É o distrito das grifes de luxo italianas e estrangeiras. Fica no quarteirão formado pelas ruas Via Montenapoleone, a mais famosa, Via Manzoni, Via della Spiga (onde fica Tiffany) e Corso Venezia.

A Via Montenapoleone, por exemplo, é um verdadeiro desfile do começo ao fim. Ali ficam Prada, Vuitton, Gucci, Dolce&Gabbana, Hermès e muitas outras marcas famosas. As outras ruas do Quadrilátero são mais discretas e tem até algumas boutiques mais acessíveis, porém não baratas.

Vale também o passeio pelas transversais da Via Montenapoleone, como por exemplo, Via Sant’Andrea, Via Gesú e Via Santo Spirito.

Como não precisa pagar para olhar e sonhar, eu colocaria pelo menos a Via Montenapoleone no roteiro, mesmo sem ter que comprar nada.

Como chegar | metrô linha 1 parada San Babila ou linha 3 parada Montenapoleone.

Corso Vittorio Emanuele

É aquela rua que – mesmo sem querer – você vai dar de cara com ela porque fica ao lado de dois monumentos icônicos da cidade, a Catedral (Duomo) e a Galeria Vittorio Emanuele. A rua é bem longa e vai até a Piazza San Babila, perto da Via Montenapoleone. É um passeio só.

Antigamente o Corso era sinônimo de compras luxuosas onde as madames chiques de Milão compravam roupas e sapatos. Hoje tudo mudou, e a rua perdeu o glamour dos anos 70-80. Mas… é uma mão na roda para quem quer fazer umas comprinhas enquanto passeia no centro.

É o baricentro das grandes redes internacionais como Zara, Gap, Sephora, Mango e H&M, e italianas como Kiko (maquiagem) e Tezenis (roupas íntimas), com prós e contras. Ou seja, preços bons mas produtos que podem ser encontrados em qualquer cidade do mundo.

Aqui e acolá, há lojas para quem quer gastar um pouco mais, como Michael Kors, Max Mara e Furla, além da famosa Rinascente, a Harrods de Milão.

Como chegar | metrô linha 1 paradas San Babila ou Duomo, linha 3 parada Duomo.

Corso Vittorio Emanuele

Corso Vittorio Emanuele: ideal porque fica perto das principais atrações


Via Dante

É a rua que leva até o maravilhoso Castello Sforzesco, uma parada imperdível em qualquer roteiro. Como provavelmente você vai passar por ela, fica a dica.  Mas a rua não está entre as melhores para compras em Milão porque, apesar de muito bonita, é um meio termo meio caro que não resolve o garimpo.

Leia mais aqui no blog sobre o Castelo | Visita ao Castelo Sforzesco

Como chegar | metrô linha 1 paradas Cordusio ou Cairoli.

Corso Buenos Aires

É uma avenida 100% comercial, sem monumentos. São 1600 metros de lojas, de um lado e do outro. Indicada para quem tem tempo para bater pernas o dia inteiro. Caso contrário, é melhor ficar no Corso Vittorio Emanuele porque tem a vantagem de ser  exclusivamente para pedestres e perto dos principais monumentos da cidade.

Na avenida tem de tudo, das grandes redes como Zara e H&M, lojas de departamento e até pequenas boutiques sem fama mas que conseguem sobreviver apesar da globalização.

Como chegar | metrô linha 1 paradas Porta Venezia, Lima ou Loreto.

Corso Buenos Aires

Corso Buenos Aires: tem de tudo


Corso di Porta Ticinese

Antes de falar sobre compras, é obrigatório lembrar que o Corso di Porta Ticinese, além de ser uma das ruas mais pitorescas de Milão, abriga importantes monumentos. Na minha opinião é um ótimo passeio a pé que pode ser feito no fim da tarde ou  à noitinha porque o Corso é sinônimo de agito descontraído.

Não é difícil chegar até lá. Saindo da Piazza Duomo, percorra a Via Torino, outro point para compras em Milão, mas não pare por lá kkkk….e vá até o final, onde começa o Corso di Porta Ticinese.

No início parece uma rua como outra qualquer mas não desanime porque logo você vai ver um imponente pórtico antigo. É ali que começa o melhor da rua. Antes das compras, confira os monumentos:

  • as colunas romanas conhecidas como  Colonne di San Lorenzo;
  • a basílica de San Lorenzo Maggiore, na frente das colunas;
  • a igreja Chiesa di Sant’Eustorgio, uma das mais preciosas e bonitas da cidade, e seu parque, um dos mais queridos dos milaneses;
  • o Museo Diocesano, dentro da própria igreja;
  • a Porta Ticinese, uma das seis antigas entradas da cidade.

Apesar de ser comercial, o Corso di Porta Ticinese é uma rua que tem aquele charme milanês, descolada e de tendência.  Entre um monumento e outro, há lojas de design, moda alternativa, bistrôs e pequenos restaurantes, alguns turísticos e outros nem tanto.

Não, não tem Zara nem Gucci, mas a rua é um bijoux.

Como chegar | metrô linha 1 ou 3 Duomo ou o bonde n. 3 que leva até lá.

compras em Milão

Útil e agradável: comprinhas perto das Colonne di San Lorenzo


Ruas fora do radar

E como não poderia deixar de ser, aqui no Turista imPerfeito sempre tem dicas para sair do roteirão, até quando o assunto é compras em Milão.

O leque de opções é imenso mas acho que as ruas dos bairros Brera e Garibaldi são super práticas para quem está turistando e gosta de garimpar em lojas descoladas e alternativas (nem sempre baratas).

  • Corso Garibaldi: perto de Porta Nuova, o bairro dos arranha-céus de Milão;
  • Via Solferino (bairro Brera): o antigo bairro boêmio da cidade, não muito longe do Corso Garibaldi, e perto da Pinacoteca di Brera,
  • Via Mercato: praticamente é a continuação de Corso Garibaldi.

Ficam as dicas! E boas compras!

Via Mercato

Fazer compras num lugar assim…


Site oficial do turismo de Milão (em português) | Secretaria do Turismo de Milão


Guarde no Pinterest para ler depois

Compras em Milão

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.