De carro pelo Val d’Orcia: Montalcino, Pienza e San Quirico


Se você quer conhecer as paisagens maravilhosas e as cidades pitorescas da Toscana em pouco tempo, a solução é um roteiro de carro pelo Val d’Orcia saindo de Siena. Um itinerário redondinho no vale tombado como patrimônio UNESCO, passando por um mimo atrás do outro, tudo harmonizado com vinhos e pratos típicos.

Simples assim? Sim, porque não precisa montar nenhum roteiro maluco, nenhum ziguezague de 300 km para conhecer um pedaço de Toscana que cabe em um dia de viagem e 140 km de trajeto (ida e volta). Isso mesmo: ida e volta.

Antes de montar o roteiro, leia aqui

O roteiro é tão simples que você não vai acreditar. Mas para não complicar, você tem que se ajudar. Veja como:

Evite bate-volta saindo de Florença

O roteiro fica muito longo e você vai correr o dia inteiro. Além disso entre Florença e o Val d’Orcia fica a belíssima Siena. E não é pouco. Não é negócio ficar em Siena uma hora ou duas. O melhor seria algumas horas (uma manhã ou uma tarde) para conhecer as principais atrações da cidade.

Por exemplo, saia de Florença de manhã para chegar em Siena na hora do almoço ou início da tarde, passando pelo Val d’Elsa, outra região da Toscana que vale a pena. Pernoite em Siena e, no dia seguinte, começo seu roteiro de carro pelo Val d’Orcia.

Não exagere com as paradas

Sim, eu sei que a Toscana é cheia de “toscanices” fofas…e você acha que nunca mais vai voltar. Mas encher o roteiro de cidades nunca é uma boa ideia quando o tempo é pouco.

Enxugue seu itinerário para curtir com calma os lugares que você vai visitar.

Quem já conhece o Turista imPerfeito sabe que nunca aconselho “procissão turística”. Tipo: estaciono, vou até o centro, bato duas fotografias para colocar no Instagram, compro um souvenir e pronto!

Se você fizer dividir os gastos da viagem pelo tempo que ficou em cada cidade, vai ficar horrorizado em saber quanto custou aquela meia hora no lugar X 🙁

Alugue um carro

Quero dizer,  não alugue carro para visitar Florença ou Siena mas somente para conhecer o Val d’Orcia.

Florença e Siena são muito bem servidas de transporte público (ônibus, trem, etc) e não precisa de carro para se locomover.

Mas no Val d’Orcia é melhor viajar de carro, porque a região fica no interior da Toscana e as cidades são muito pequenas. Ou seja, o transporte fica complicado porque não tem trem e de ônibus fica mais demorado.

É claro que se você tem vários dias a disposição, mesmo sem carro o itinerário é viável…mas em um dia fica difícil.

Planeja seu roteiro com Google Maps

É a coisa mais fácil do mundo. Coloque o nome da cidade no Google, clique no Maps, e comece a adicionar as paradas.

Google Maps indica as distâncias e o melhor itinerário.

Você pode imprimir a página, salvar ou compartilhar o link (por exemplo enviando uma mensagem para você mesmo).

de carro pelo Val d'Orcia

Paisagem típica do Val d’Orcia: ciprestes, colinas e vinhedos


de carro pelo Val d'Orcia

O centro histórico de Montalcino


O Val d’Orcia

O Val d’Orcia fica na Província de Siena e, como você já entendeu, foi tombado como Patrimônio UNESCO (em 2004).

O vale atravessa uma zona de colinas suaves, cidades amuralhadas, plantações de trigo, vinhedos e longas filas de ciprestes, um dos símbolos da região. Enfim, um cartão-postal atrás do outro.

As principais cidades do Val d’Orcia são:

  • Montalcino
  • Pienza
  • Castiglione d’Orcia
  • San Quirico d’Orcia
  • Radicofani

Como montar o roteiro de carro pelo Val d’Orcia

A minha sugestão é um roteiro bem simples, com paradas estratégicas nas cidades mais importantes, com base em Siena. É claro que o itinerário é recheado de fofuras e lugares fotogênicos. Se você não estiver com pressa, pare onde gostar.

Bate-volta de carro

A vantagem da base em Siena é que você pode fazer dois itinerários diferentes, um na ida e outro na volta.

Na ida, viaje pela rodovia SS2 “Cássia”, atravessando o pitoresco Val d’Arbia, terra de bons vinhos brancos, até entrar no Val d’Orcia para finalmente visitar as divas Montalcino, San Quirico d’Orcia e Pienza.

O roteiro bem explicadinho fica assim:

  • Siena – Montalcino (rodovia SR2): 50 km (uma opção de parada nesse trecho é Buonconvento)
  • Montalcino – San Quirico d’Orcia (rodovia SP 14): 14 km (nesse trecho eu fiz uma desvio até a Abbazia de Sant’Antimo, uma abadia maravilhosa, construída em 781 em estilo românico)
  • Montalcino – Pienza (rodovia SP 146): 10 km (nesse trecho fiz outro desvio para fotografar a famosíssima – e fotografadíssima – Cappella Madonna di Vitaleta, que você já deve ter visto mil vezes no Instagram, até na minha conta.

Quem tem tempo para esticar, poderia incluir uma parada em Castiglione d’Orcia, ao sul de San Quirico e Pienza (desvio de 15 km).

A volta até Siena pode ser feita por Montepulciano que já fica no famoso vale Val Di Chiana, entre as províncias de Arezzo e Siena:

  • Pienza – Montepulciano (rodovia SP 146): 14 km
  • Montepulciano – Siena (rodovia SP 135 – Raccordo Siena-Bettolle): 63 km (o trecho é repleto de paradas interessantes como, por exemplo, Sinalunga, mas tudo depende do tempo disponível).

Quem não vai fazer bate-volta, depois de Montepulciano, pode continuar a viagem pela Autostrada A1 (a pagamento) que leva até Florença (norte) ou Roma (sul).

San Quirico d'Orcia

O centro histórico de San Quirico d’Orcia


Pienza

Pienza: as toscanices da Toscana


Cappella Madonna di Vitaleta

A icônica Cappella Madonna di Vitaleta


Informações úteis

Site oficial de Trenitalia | https://www.trenitalia.com/

Site oficial do Val d’Orcia | Parco della Val d’Orcia


Guarde no Pinterest para ler depois

de carro pelo Val d"Orcia

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.