Tudo sobre a Praia dos Carneiros (PE)


A Praia dos Carneiros é aquela famosa praia pernambucana com a capela verde e branca na beira da praia. Só preciso escrever isso e você já entendeu qual é a praia.

Coqueirais, areais brancas, águas rasas, arrecifes e o estuário do Rio Formoso completam o cenário paradisíaco. Ou quase paradisíaco… porque nem tudo o que reluz é ouro. E a Praia dos Carneiros, uma das mais bonitas do Brasil, já pode ser considerada infelizmente mais uma vítima do turismo não sustentável.

Sobre a Praia dos Carneiros e o fim de um mito

Anos e anos atrás, a Praia dos Carneiros era poesia pura. Era o ponto de chegada daquele delicioso passeio a pé com os amigos, familiares, namorados e namoradas. Na época, a praia era praticamente deserta, com exceção de poucas casas e sítios escondidos entre os coqueirais.

O passeio incluía, é claro, uma parada na igrejinha , ou melhor na Capela de São Benedito, construída no século XVIII, e um banho nas águas mornas das piscinas naturais e no estuário do Rio Formoso durante a maré baixa.

Dias atrás voltei à Praia dos Carneiros, depois de muitos anos. E foi (quase) uma decepção. Na minha memória desbotada, a praia era ainda um lugar paradisíaco onde brincar e bater papo. Ainda é maravilhoso, mas a poesia bateu as asas e voou.

Agora a Praia dos Carneiros é a concorrente de Porto de Galinhas, não somente em termos de beleza, mas, principalmente em termos de agito e turismo não sustentável. Não gosto de usar o termo “turismo de massa”, porque acho que todos devem ter acesso às coisas bonitas do nosso planeta. Mas o turismo não deveria tornar desagradável e até inviável a visita. Simples assim.

Praia dos Carneiros

A verdadeira Praia dos Carneiros é assim! Mas tem que chegar cedo!


Praia dos Carneiros

Depois das 10, a praia fica praticamente inviável


A orla nos arredores da capela foi ocupada por condomínios, bares e restaurantes, famosos e não. Depois das 10 horas da manhã, a areia fica repleta de barracas de comes e bebes, música alta, venda de artesanato e por aí afora. Os bancos de areia ficam lotados de barcos de passeio. Tem fila até (pasmem!) para tirar a famosa foto na frente da capela e no coqueiro caído na praia. Confira no Instagram e vai ver que não estou exagerando kkkk.

Para curtir a praia como ela merece – e driblar a multidão – precisa chegar cedo, melhor ainda com a maré baixa, e evitar os fins de semana de janeiro.

Dito isso, vamos às dicas práticas.

Onde fica a Praia dos Carneiros

A Praia dos Carneiros fica no litoral pernambucano, no município de Tamandaré, a 90 km do Aeroporto do Recife (rodovias PE-060 e PE-072) e a 50 km de Porto de Galinhas (PE-060 e PE-051).

Um detalhe importante sobre a visita à praia é o acesso. Como escrevi acima, a orla foi ocupada por condomínios, bares e restaurantes. Portanto, na prática, para chegar até a areia precisa passar pelos estabelecimento e pagar a entrada ou a consumação mínima.

Só existem uma forma de acesso gratuito: o expresso canelinha. O acesso gratuito mais próximo à capela é pelo Condomínio Pontal dos Carneiros. Ao lado da entrada, onde é possível deixar o carro sem pagar nada, tem uma estradinha que leva até a praia (mas não contem para ninguém).  A entrada do condomínio é sinalizada na estrada principal, mas como a placa é minúscula, aí vão as coordenadas do Google Maps:

coordenadas | -8.711172, -35.084155

A caminhada até a capela dura aproximadamente 20 minutos.

O que fazer na Praia dos Carneiros

Mesmo que você não programe nenhum passeio, a visita vale a pena porque a praia é maravilhosa. Consulte a tábua de marés para aproveitar o passeio durante a maré baixa. Confira o nível de Porto de Galinhas ou Barreiros, as praias mais próximas.

O pacote “gratuito”, presente da natureza, inclui:

  • caminhada até a capela e o estuário do Rio Formoso;
  • banho de mar nas piscinas naturais que ficam praticamente na beira da praia;
  • relax à sombra dos coqueiros.

Caso você queira completar sua visita, os passeios a pagamento mais procurados são:

  • passeios de barco privativos ou coletivos (em catamarã) quem incluem os bancos de areia, a praia de Guadalupe (onde fica uma fonte de argila medicinal) e o mangue;
  • passeio de charrete até a Capela;
  • passeio de caiaque ou stand up paddle.

A escolha do tipo de passeio vai depender do seu estilo de viagem. O passeio de barco particular é indicado para quem prefere passar umas horas tranquilas curtindo a paisagem e a natureza. Já o catamarã é indicado para quem gosta de agito (ou seja, música alta, bebida… e muita confusão).

Aviso aos navegantes: alguns bancos de areia podem ser visitadoa pé.

Praia dos Carneiros

Um dos bancos de areia que ficam na beira da praia


Uma esticadinha na Praia de Tamandaré

Pertinho da Praia dos Carneiros,  a 10 km, fica a famosa praia de Tamandaré, conhecida pelas lindas piscinas naturais e pelo Forte de Tamandaré.

Eu aconselho uma esticadinha até lá para quem vai ficar mais de um dia na região. Mas evitem o trecho urbano da praia – onde ficam as barraquinhas – se estiverem em busca de tranquilidade.

forte de Tamandaré

O forte de Tamandaré



Guarde no Pinterest para ler depois

Praia dos Carneiros

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.