Um dia em Alberobello: a capital dos trulli


A definição de Alberobello é “imperdível”, um adjetivo meio comprometedor quando você descreve um lugar para outras pessoas. Mas um dia em Alberobello é praticamente obrigatório em qualquer roteiro na Puglia. É aquele cartão postal que todo mundo que ama o sul da Itália (presente!) já viu e já sonhou em conhecer. As casinhas brancas com tetos cônicos cinzentos, em pedra, os famosos “trulli”, são a marca registrada da cidade.

Um lugar tão sui generis tinha que ser Patrimônio da Humanidade da UNESCO. E tinha que ser – obviamente – muito turístico. Mas com as dicas do Turista imPerfeito você vai conseguir passar um dia em Alberobello sem  perrengues.

Onde fica e como chegar em Alberobello?

Alberobello fica na Província de Bari, no Valle d’Itria, uma das regiões mais interessantes da Puglia (ou Apúlia, em português). A cidade fica a 55 km de Bari e a 115 km de Lecce. A localização é perfeita para um roteiro redondinho entre Ostuni, Cisternino, Monopoli e Polignano a Mare.

Para quem tem pouco tempo ou está chegando de longe, a melhor opção é o avião com desembarque no Aeroporto de Bari. A companhia low cost Ryanair tem ótimos preços e, com antecedência, você pode encontrar pechinchas como Milão-Bari-Milão por 35 euros (eu achei em outubro!). O aeroporto de Bari é muito bem servido, tem até um trem que leva até o centro em 20 minutos.

Em Bari, a melhor pedida é alugar um carro para ir até Alberobello e as outras cidades da região.

Quando e como foram construídos os trulli?

Os trulli são pequenas casas construídos em pedra branca, com um teto cônico feito com placas de pedra cinzenta, como uma cúpula. Os trulli são acolhedores e confortáveis, frescos durante o verão tórrido da Puglia e quentes durante o inverno.

Os trulli são antigos mas nem tanto. Os trulli ainda hoje existentes em Alberobello foram construídos a partir do  século XVII.

trulli

Os trulli de Alberobello


Como nasceram os trulli?

Como quase sempre na história, o motivo foi econômico: os trulli não eram sujeitos à cobrança de imposto porque eram considerados habitações provisórias. Como os trulli não eram construídos com argamassa, podiam ser demolidos rapidamente sem deixar restos.

um dia em Alberobello

Mais trulli…


Quais são os trulli mais importantes?

O Trullo Sovrano, construído no século XVIII, é o maior deles, e o único com dois andares, com um cone central ladeado por doze cones menores. Hoje abriga o Museu do Território (entrada 1,50 euro). Fica na Piazza Sacramento, no fim do Viale del Gesú. É Monumento Nacional.

Muito interessantes são os Trulli Siamesi (em português, siameses), dois trulli construídos sob o mesmo teto, outrora comunicantes, hoje separados.

Outra parada é na Casa dell’Amore, o primeiro trullo construído em argamassa, em 1797.

Imperdível também é a Casa Pezzola, um conjunto de quinze trulli comunicantes, que fica entre a Piazza del Popolo e o Rione Aia Piccola.

A igreja de Sant’Antonio também fica em um trullo, construída em 1927.

Trullo Siamese

Fachada do “trullo siamese”


Onde ficam os trulli di Alberobello?

Praticamente na cidade inteira. Os dois bairros (rione) da cidade, Rione Aia Piccola e Rione Monti, no entanto, têm características bem diferentes.

O bairro Monti, onde ficam 1030 trulli, é mais comercial e turístico. Ali ficam as lojas de artesanato e souvenir, lanchonetes, restaurantes, etc.

O Rione Aia Piccola, com 400 trulli, é residencial e bem mais tranquilo e autêntico com suas ruas estreitas. Parece saído da um conto de fadas. Foi o que mais gostei.

Alguns trulli abrigam pequenas pousadas. É possível visitar o interior de alguns deles, às vezes sem pagar ingresso, simplesmente dando um oferta livre.

As ruas mais bonitas são:

  • Via Monte Nero
  • Via Monte Pasúbio
  • Via Monte San Michele

Antes de entrar no bairro, precisa parar no Belvedere Santa Lucia para ficar de queixo caído com a vista do Rione Monti e os seus tetos cinzentos.

Alberobello

Vista de Alberobello


O que significam os símbolos pintados nos tetos dos trulli?

Uma das características mais interessantes dos trulli são os símbolos pintados de branco no teto.  A origem dos símbolos ainda é incerta e muito discutida. Alguns são símbolos religiosos, outros têm origem pagã ou esotérica.

Quem quiser saber mais a respeito, aconselho um artigo que li sobre o assunto e onde encontrei várias interpretações dos símbolos usados em Alberobello. O artigo é escrito em italiano mas dá para entender porque tem muitas figuras explicativas :)

Leia mais | Os pináculos e os símbolos dos trulli de Alberobello

Outro símbolo muito comum é o pináculo que fica na cumeeira dos trulli. Alguns especialistas acham que o  pináculo identifica o “mestre construtor”, ou ainda, que seja um mero elemento decorativo escolhido pelo proprietário. No entanto, muitos outros acham que os pináculos sejam símbolos associados ao culto do sol praticado pelos camponeses da Puglia em tempos remotos.

Alberobello

Notem os símbolos nos tetos


Quando visitar Alberobello?

Se possível evite a alta estação, entre metade de julho e fim de agosto. Nem tanto por causa do calor mas por causa do movimento. Aconselho a primavera e o início do outono.

Precisa chegar cedo para não encontrar com os grupos de viagem. Eu estive lá no início de outubro e por volta de meio-dia a cidade encheu.

Comece a visita pelo Rione Monti, o mais turístico e quando aumentar o movimento, continue a visita no Aia Piccola.

Dicas para um roteiro de um dia em Alberobello

  • chegar cedo, por volta das 9 horas
  • montar um itinerário a pé
  • começar a visitar pelo Rione Monti
  • estacionar fora do centro da cidade porque os estacionamentos são caros. Procurar uma vaga na zona residencial, a 15 minutos a pé do centro histórico.

O artesanato é muito bonito, principalmente os artigos para decoração da casa como os vasos em cerâmica, cama e mesa (a tecelagem é maravilhosa). Não encontrei em outras cidades da Puglia nada tão bonito como as toalhas de Alberobello. Cuidado com os preços.

ceramica pugliese

Cerâmica típica da Puglia


artesanato de Alberobello

Artesanato típico de Alberobello


Para maiores informações, consulte a entidade de turismo da cidade.

Guarde no Pinterest para ler depois

Alberobello


0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.