Arte urbana em Recife: criatividade e tradição popular


A arte urbana é uma verdadeira atração em muitas cidades do mundo e muitos artistas “de rua” já tem milhões de fãs e posição de destaque no mercado.

No Brasil, a primeira adepta do movimento, já na década de 70, foi São Paulo, sempre centro de vanguarda artística. O desenvolvimento da arte urbana em Recife é bem mais recente. Até quatro ou cinco anos atrás existia muita pichação mas poucos murais e intervenções organizadas. Perambulando pela cidade na minha última visita notei uma mudança radical e encontrei muitas obras interessantes, que não deixam nada a desejar em relação aos trabalhos de artistas urbanos internacionais, .

Eu adoro arte urbana, que considero um verdadeiro movimento artístico e cultural, como já expliquei no meu post sobre a street art de Londres.

Arte urbana não é um ato de vandalismo ou a mera pichação indecifrável dos muros que muitas vezes ocorre, infelizmente. É uma forma de expressão não tradicional, diferente da clássica representação do mundo com pincel e tela. Certamente gera polêmica, isso sim, mas arte não precisa necessariamente agradar a todos.

Arte também é provocação e crítica, sempre foi. É uma forma de debate sem palavras, fora do esquema.

arte urbana em recife - santo amaro

Mural gigante na Rua da Saudade – Santo Amaro


Arte urbana em Recife

A arte urbana em Recife está espalhada em muitos bairros. O acervo está muito rico mas eu tive pouco tempo para “rastrear” a cidade de norte a sul.

Digamos que as obras mais acessíveis, mesmo para quem está de passagem, ficam em Boa Viagem-Pina, Mascarenhas de Morais, Recife Antigo, Boa Vista e Santo Amaro. Muitos murais ficam em ruas movimentadas, perto das paradas de ônibus e em muros de grandes dimensões. Mas existem dezenas e dezenas de trabalhos importantes em outros pontos da cidade, como por exemplo, na Avenida Norte e na Várzea.

Além de obras de cunho social e político, encontrei muitas pinturas com fortes raízes nas tradições populares e que ilustram muito bem – na minha opinião – o patrimônio histórico e cultural pernambucano

Tive uma certa dificuldade em identificar os autores das obras porque existe pouca documentação catalogada na internet e nem sempre é fácil localizar a assinatura. Achei algumas informações no site Trilhas do Graffiti, uma excelente coletânea da arte urbana em Recife, dividida por bairros.

Nas fotos que postei tentei incluir sempre o nome dos prováveis autores. Quando o leitor tiver maiores informações sobre as obras, pode entrar em contato comigo usando o espaço dos comentários.

arte urbana em recife - santo amaro

Mural gigante na Rua da Saudade – Santo Amaro (Obra de Mova-se Crew, Lelo Boy)


Santo Amaro

Em Santo Amaro encontrei muitos trabalhos recentes e muito bem conservados, realizados não somente por artistas locais.

Algumas obras foram criadas durante os eventos de Recifusion, um festival internacional de graffiti, organizado pelo grupo 33CREW e realizado anualmente na cidade, já na sua 8ª edição.

As obras ficam numa área relativamente restrita, entre a Rua da Aurora, o Parque Treze de Maio e a Cruz Cabugá, e bem perto de alguns espaços gourmet muitos charmosos que andam valorizando o bairro de Santo Amaro, que estava meio esquecido.

A localização é perfeita para combinar um lanche na Capitão Lima com um passeio entre os murais e a tradicional Rua da Aurora, nas margens do Rio Capibaribe.

No meu roteiro encontrei pouquíssima pichação mas obras muito bonitas com a clara intenção de decorar a paisagem urbana sem manutenção. O roteiro é rápido e passa pela Rua João Lira, Rua da Fundição, Rua da Saudade e Av Mario Melo.

Na Av. Mario Melo podem ser vistos os  trabalhos do Cores do Amanhã (Adelson Boris, Florim, Jouse Barata, Luther e outros artistas), além de Galo de Souza.

Boa Viagem-Pina

Outro distrito interessante é a Avenida Boa Viagem. Passeando na orla, de repente reparo que os antigos postos salva-vidas do calçadão foram completamente cobertos de grafites.

Os postos, construídos na década de 40, são um dos símbolos da orla foram revitalizados com imagens coloridas através da ação “Salva-Arte” que faz parte do projeto “Colorindo Recife”, da Prefeitura do Recife. Muitos artistas locais participaram da iniciativa, entre eles, Glauber Arbos, Jota Zer0ff e Galo de Souza.

Recife Antigo

No Recife Antigo, as obras não estão bem conservadas. Tem simples pichação e rabiscos que cobrem os trabalhos mais interessantes. Infelizmente, em alguns casos foram utilizadas as fachadas de edifícios do patrimônio histórico da cidade: um fato condenável que deve ser combatido com decisão pelas autoridades recifenses.

O principal setor fica na Rua da Moeda, Madre de Deus, Tomazina, Vigário Tenório, Mariz e Barros e imediações, onde encontram-se trabalhos de Arbos e Nando ZV, e muitos outros.

Então vamos lá. Pouca conversa e muitas fotos. Clique para aumentar o tamanho das imagens e visualizar as legendas.



Fotos de Adelaide Pereira e Gilberto Pereira Filho

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *