Bairro Malasaña: o mais descolado e trendy de Madri


Quem gosta de movida, comprinhas alternativas e brechós vai adorar um rolê no bairro Malasaña, a versão madrilenha de Brooklyn, Kreuzberg de Berlim e Camden Town de Londres.

Malasanã é o bairro alternativo – com A maiúscula – de Madri. Espremido entre a movimentada Gran Via e o reduto gay-friendly da Chueca, o bairro fica bem perto da universidade e da Plaza del Callao.

O bairro sempre foi movimentado. Em 1808 foi cenário da resistência madrilenha à invasão napoleônica. O nome Malasaña é uma homenagem à jovem heroína Manuela Malasaña, presa e assassinada pelos soldados de Napoleão, durante os protestos na Plaza del 2 de Mayo.

Mais tarde, nos anos 70 e 80, o bairro foi o epicentro da movida, movimento social e artístico surgido durante a transição franquista. Aos poucos, a movida deixou o lugar a outros tipos de agregação e o bairro mudou de cara mas sem perder aquele toque boêmio e de contracultura.

Leia mais aqui no blog | A movida de Madri

Mas o agito continua. De dia, o bairro é uma referência para quem gosta de moda estilosa e artigos vintage, brechós de roupas e acessórios usados, concept stores, bares e restaurantes descolados. Sem esquecer os lindos murais de street art espalhados pelas ruas do bairro.

À noite, o bairro é um dos preferidos de universitários, turistas e locais em busca de diversão. Tem para todos os gostos e bolsos, desde uma simples cerveza artesanal com tapas até opções de comidinhas sofisticadas.

Não é bairro de discotecas mas de barzinho transado e de botellón, a tradição típica espanhola de curtir música ao ar livre com um copo de bebida na mão.

Em meados de maio, durante a Fiesta de San Isidro, o padroeiro da cidade, Malasaña se transforma  em uma passarela para o desfile dos goyescos e chulapos. madrilenhos com trajes típicos, que dançam o tradicional chotis.

Quanto antes você puder aparacer por lá, melhor. Aqui e acolá já começam a brotar lojas de marcas famosas nada-a-ver que ameaçam a autenticidade do bairro.

bairro Malasaña

O bairro Malasaña, Calle Fuencarral


Malasaña

As fachadas retrô de Malasaña


As melhores ruas do bairro Malasaña

O bairro Malasaña é relativamente pequeno e combina com um rolê a pé de algumas horas, melhor ainda se for à tarde para esticar até a hora das tapas!

Um ótimo começo é a Calle Fuencarral onde ficam as lojas mais tradicionais. A parte mais legal da rua acaba mais ou na parada de metrô Tribunal, nas imediações do Museu de História de Madri.

Virando à esquerda, na pitoresca Calle de Manuela Malasaña e, em seguida, na Calle de Ruiz, chega-se na praça principal do bairro, a Plaza del 2 de Mayo, muito frequentada pelos madrilenhos. Ali pertinho, na Calle de Velarde n.18, fica o Via Lactea, bar anos 70 frequentado por Pedro Almodóvar e outros artistas e intelectuais .

Descendo na direção da Gran Via, você vai cruzar com mais três ruas icônicas, a Calle San Vicente Ferrer, a Calle del Espirítu Santo e a Calle del Pez. São ruas pitorescas repletas de lojinhas retrô, street art, padarias com produtos locais e pequenos bistrôs onde saborear as deliciosas tapas madrilenhas.

Nada mal também as pracinhas Plaza Juan PujolPlaza de San Ildefonso com mesinhas ao ar livre e playground.

É só bater pernas mesmo, fazendo ziguezague e garimpando nos brechós, até encontrar a Corredera Baja de San Pablo que leva de volta até o burburinho da Gran Via e deixa para trás a vibe simpática e jovial de Malasaña.

Como diziam os versos de Manu Chao “me gusta Malasaña, me gustas tu“.

Dica do Turista imPerfeito | Perto de Malasaña – mas geograficamente no bairro Chueca – fica o Mercado de San  Antón, o melhor de Madri na minha opinião.

Malasaña

Lojinha de artigos vintage


Malasaña

Os murais artísticos de Malasaña


Malasaña Madrid

Os murais coloridos de Malasaña


Como chegar em Malasaña

Nas imediações de Malasaña há três paradas de metrô:

  • Noviciado: linha 2
  • Tribunal: linhas 1 e 10
  • Callao: linhas 3 e 5.

Mais sobre o metrô | Metro de Madrid


0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.