Doces napolitanos que você não pode perder


Os doces napolitanos que você não pode perder são…praticamente todos. Quem gosta de doces (presente!) vai cair em tentação a cada esquina, na frente das confeitaria repletas (é sério) de docinhos de todos os tipos. Uma criatividade culinária sem freios e sem pudor, como só em Nápoles você vai encontrar.

O “calvário” começa logo cedo durante o café da manhã, na frente da bandeja, ou melhor, da montanha, de iguarias indescritíveis. Passado o susto, você promete que não vai comer doces até o dia seguinte. Mas, de repente, chega a hora do lanche e o destino cruel leva você até mais uma confeitaria com docinhos arrebatadores. Fazer o quê? Entrar e experimentar mais um. Dieta só na volta.

Falando sério…além de ricamente decorados, os doces napolitanos são recheados de história e tradição. Têm os docinhos da Páscoa, do Natal, do domingo… Os mais famosos com certeza são a sfogliatella, o babà e a pastiera. Uma verdadeira tríade com poucos concorrentes na Itália, o primeiro ato de um espetáculo que vai deixar você de água na boca.

Os doces napolitanos

Sfogliatella

Começo com o meu favorito. Um antigo doce conventual, criado no início de 1800 em Salerno e levado a Nápoles por Pintauro, um confeiteiro napolitano.

Um verdadeiro mimo recheado de ricota. Existem duas versões: sfoglatella riccia e sfogliatella frolla.

A versão riccia é uma obra de arte coberta por várias camadas de uma massa fininha e bem crocante.  Já a cobertura da versão frolla é lisa e mais grossa. Os napolitanos dizem que a versão riccia é para turistas e que os locais preferem a versão frolla. A escolha fica com você.

Nos bares com B maiúsculo, a  sfogliatella é servida quentinha. Perfeita no café da manhã com um bom café napolitano.  Não sabe aonde ir? Confira as minha dicas sobre as melhores cafeterias de Nápoles.

Mais uma dica: em Nápoles comi ótimas sfogliatelle na Via Toledo, numa barraquinha chamada “La Sfogliatella Mary”, praticamente dentro da Galeria Umberto I, e na histórica Pasticceria Pintauro (preço 2,00 euros).

doces napolitanos

Sfogliatella riccia e frolla e a recheadíssima Zeppola di San Giuseppe


Zeppole di San Giuseppe

Mais uma receita antiga, típica do Dia dos Pais que, na Itália, cai no dia 19 de março, dia de São José (San Giuseppe).

A zeppola é um bolinho redondo feito com farinha, ovo, manteiga e açúcar, recheado com creme e uma cereja cristalizada no topo.

Babà al rum

Considerado o rei dos doces napolitanos, foi “inventado” durante o reinado do rei polonês Stanislao Leszczinski, sogro de Luís XV, e levado a Nápoles pelos franceses.

Depois de pronto, o babà é embebido com uma calda de rum ou outro licor. Algumas versões mais modernas são recheadas com creme de leite ou chocolate.

Um doce que requer intenso treinamento psicológico prévio para evitar sentimento de culpa.

Babà napolitano

Babà para todos os gostos


Torta caprese

A famosíssima diva culinária nasceu num paraíso chamado Ilha de Capri. Uma torta (em português, bolo) feito com farinha de amêndoas, chocolate, manteiga, açúcar e ovos (sem levar nem uma colher de farinha) pode ser ruim?

Claro que não! É mais uma das sete maravilhosas do mundo culinário! Baixinho, macio e com pedaços de amêndoas que contrastam com o gosto intenso do chocolate. Imperdível!

doces napolitanos

O casamento perfeito: chocolate e amêndoas


Pastiera napolitana

Não está na minha lista top. Mas sei que o doce tem fãs no mundo inteiro. Então vamos lá.

É doce típico da Páscoa. A receita é muito trabalhosa, feita com uma crosta recheada com creme de ricota de ovelha, ovo, leite, trigo cozido e laranja cristalizada.

Não é para todos os paladares.

Struffoli

Doce típico natalino, feite com bolinhas de massa fritas e cobertas de mel. Parece com os “pingos de mel”.

Roccocó

Biscoitos antiquíssimos feitos com amêndoas e frutas cristalizadas. Às vezes é consumado embebido no vinho ou vermute.

doces napolitanos

Precisa comentar? Babà, sfogliatella, millefoglie, delizie al limone…


sfogliatella

Rabo de lagosta (coda di aragosta) é uma versão mais moderna (e maior) da sfogliatella tradicional


E você conhece os doces napolitanos?


Guarde no Pinterest para ler depois

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.