mosteiro de Alcobaça

Mosteiro de Alcobaça: o primeiro gótico em Portugal


Uma das viagens de carro mais interessantes em terras lusitanas é o trajeto entre Lisboa e Porto. Pois bem, justamente nesse trecho, não pode faltar uma parada no Mosteiro de Alcobaça, a primeira obra em estilo gótico construída em Portugal e, hoje, patrimônio Unesco. Como deixar de conhecê-lo? Eu fui até lá conferir e confesso que foi um dos momentos mais altos da minha estadia portuguesa no último verão.


Sobre o Mosteiro de Alcobaça

Eu simplesmente adoro a arquitetura gótica. É a minha preferida desde sempre. Mas como não sou arquiteto não me atrevo a escrever sobre a arquitetura do Mosteiro de Alcobaça. Seria uma ousadia. Deixo aqui apenas o essencial para quem está planejando uma visita e quer ter uma ideia inicial.

O que mais impressiona, além da arquitetura, é a incrível sensação de espiritualidade que se respira no interior do mosteiro. O verticalismo e a altura das colunas góticas, sem ornamentos, puras, austeras e em cores pastéis, pedem silêncio e reverência.

O mosteiro fica em Alcobaça, cidadezinha com 7.000 habitantes no distrito de Leiria. Detalhe interessante para quem vai viajar na região é que a 25 km fica o famoso Mosteiro da Batalha, também Patrimônio da Humanidade da Unesco. E a 45 km fica a cidade de Fátima. Um roteiro perfeito e redondinho de um dia só, entre Lisboa e Porto.

mosteiro de Alcobaça

O majestoso mosteiro de Alcobaça e a fachada gótico-barroca.


Visita ao Mosteiro de Alcobaça

O Mosteiro de Alcobaça (ou Real Abadia de Santa Maria de Alcobaça) foi a primeira obra inteiramente gótica de Portugal. Iniciada em 1178 pelos monges da Ordem Cister durante o reino de Dom Alfonso Henriques, é um dos  mosteiros góticos mais bonitos do mundo. É monumento Unesco desde 1989, Monumento Nacional, além de uma das Sete Maravilhas de Portugal e um dos mais importantes mosteiros cistercienses medievais da Europa. Enfim, um atrativo ímpar que vale o desvio.

O mosteiro foi construído inicialmente segundo o modelo beneditino de simplicidade, simples e austero. Mas ao longo dos tempos, várias reformas alteraram o estilo original do mosteiro, principalmente na fachada e nos campanários, onde foram inseridos importantes elementos barrocos no início do século XVIII. As características do gótico original podem ser vistos hoje em dia nas naves estreitas e altíssimas, sinônimo de busca do céu, no portal e na rosácea da entrada.

As dimensões são impressionantes: 220 metros de fachada, 100 metros de comprimento e mais de 20 metros de altura.

A visita ao Mosteiro de Alcobaça é relativamente simples e abrange a Igreja (com acesso livre), as Dependências Medievais, a Sacristia Nova e a Capela Relicário.

A primeira parada é na igreja, imensa e altíssima, em forma de cruz latina com nove capelas. Descrever a beleza do lugar é um esforço inútil. Precisa ir até lá. 🙂

mosteiro de Alcobaça

A verticalidade dentro do mosteiro é incrível. Note a pureza do estilo e a ausência de decoração.


Nos braços do transepto encontram-se os maravilhosos túmulos em estilo gótico de Dom Pedro e Dona Inés de Castro. Escrevo maravilhosos mas imaginem uma obra-prima…não é por acaso que são consideradas as melhores obras esculturais da tumularia medieval portuguesa. O lugar perfeito para o repouso eterno dos dois amantes.

Não visitem Alcobaça sem ter lido a love story de Pedro e Inés, a rainha coroada depois de morta. Não antecipo mais nada 🙂 para não estragar a surpresa!

túmulo de D. Pedro

O túmulo de D. Pedro, outra obra-prima gótica


Túmulo de D. Inés

Túmulo de D. Inés em estilo gótico


Na ala esquerda encontra-se a Sala dos Reis onde ficam expostas as estátuas dos reis de Portugal e os belíssimos painéis de azulejo que contam a lenda da fundação monástica.

Continuando na ala esquerda, você vai encontrar o Claustro de D. Dinis, o coração do mosteiro, onde os monges passavam o dia e executavam as tarefas. Ao redor encontram-se as Dependências Medievais: Sala do Capítulo, Refeitório, Sala dos Monges, Dormitório, Parlatório e Cozinha (do século XVIII).

Completam o monumento a Capela Relicário do século XVII e a Sacristia Nova, ambas em estilo barroco, localizadas atrás do deambulatório.

mosteiro de Alcobaça

Detalhe do interior do Mosteiro de Alcobaça


Desculpem, não queria misturar sagrado e profano mas foi inevitável. Quem vai até Alcobaça não pode deixar de experimentar os famosos doces conventuais feitos com gemas, açúcar e amêndoas.

Todos, é claro, com nomes celestiais, como papos de anjo, toucinho do céu…

doces conventuais

Os famosos doces conventuais de Alcobaça


Como chegar em Alcobaça

Como escrevi lá em cima, a parada em Alcobaça encaixa-se direitinho numa viagem de carro entre Lisboa e Porto ou Lisboa e Coimbra. No roteiro ainda cabem Óbidos, Fátima e o Mosteiro da Batalha.  Todos num dia só, sem a parada em Óbidos para evitar correria. Então resumindo:

Lisboa > Óbidos: 85 km

Óbidos > Alcobaça: 4o km

Alcobaça > Batalha: 25 km

Batalha > Fátima: 20 km

Fátima > Coimbra: 53 km.

Acho que vale a pena esticar até Coimbra e pernoitar. É melhor do que tentar bate-volta em Lisboa.

Durante o verão, quem não puder ou quiser esticar até Porto ou Coimbra, uma alternativa de pernoite é a cidadezinha de Nazaré, famosa pelo farol e pelas ondas gigantescas onde muitos surfistas brasileiros bateram recordes esportivos.

Informações úteis

Horário | de outubro a março, 9h às 18h; de abril a setembro, 9h às 19h. (Fecha: 1º de Janeiro, Domingo de Páscoa, 1º de Maio, 20 de Agosto e 25 de Dezembro)

Entrada | Inteiro: 6 euros (crianças até 14 anos não pagam)

Descontos | Visitantes com idade igual ou superior a 65 anos (50%); Bilhete Família com 2 adultos + mínimo 2 filhos, menores de 18 anos (50%).

Site oficial | Mosteiro de Alcobaça



Guarde no Pinterest para ler depois

2 respostas
  1. António Vieira
    António Vieira says:

    Olá bom dia , concordo com tudo na próxima viagem não deixe de visitar a linda cidade de Tomar com oitocentos anos de existência e com muito para visitar assim como: Convento de Cristo patrimonio mundial , Castelo Templário , Sinagoga , Igreja São João Batista vários jardins. Bons e acessíveis hoteis e restaurantes , Tomar aguarda a visita a cerca de 30 Km de Fátima , cumprimentos…

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *